Language

English

/

Spanish

/

Russian

/

Portuguese

/

Italian

/

French
Back

Seguindo a tendência, Altenar apresenta software de apostas atualizado

Considere o aluguel de um hardware para o seu negócio. No momento, você está contando com a melhor tecnologia disponível e está de acordo com o custo-benefício e todos os outros fatores relacionados. Agora, considere o que ocorre quando esse acordo se encerra. A melhor tecnologia do segmento pode estar ultrapassada.

Neste ponto, você depende de alguém para atualizar o seu equipamento antes de topar uma renovação para voltar a estar em dia com os avanços tecnológicos, senão, você tende a buscar outro fornecedor.

Essa foi uma analogia empregada pelo CEO da Altenar, Stanislav Silin, visando explicar o conceito de software de apostas esportivas. Silin declarou ao SBC News que os operadores precisam estar atentos ao entrar em uma parceria com um fornecedor não muito comprometido com atualizações – ou que não pretende desenvolver a sua própria plataforma do zero.

Após criar a plataforma V1 em 2010, a Altenar alcançou um patamar em que necessitava modernizar o seu software no lugar de gerar atualizações somente para o código antigo. Posteriormente, a V2 foi lançada para um grupo especialmente selecionado de parceiros em abril de 2020, enquanto a empresa procurava “atender as operadoras em nível global de maneira mais eficiente”.

“Não estou dizendo que essa será a plataforma na qual permaneceremos pelos próximos 10 anos. Mas trabalhamos para que seja mais fácil migrar ou expandir para atualizar a tecnologia em alguns anos”, afirmou o CEO.

Entre 15 a 20% dos seus parceiros migraram para a nova plataforma. A tendência para que esse movimento cresça neste ano, disse Silin, depende tanto da melhor época para realizar a migração conforme a operadora quanto os provedores. Uma vez que muitos operadores estão atuando com uma empresa distinta para a plataforma de gestão de conta do jogador (PAM).

Altenar segue comprometida com as suas plataformas

A Altenar está comprometida com as duas plataformas, por enquanto. “Em algum ponto, obviamente ficaremos com a plataforma V2 e expandiremos para todos os mercados”, frisou.

Ele acrescentou: “A razão pela qual estou sendo vago quanto aos prazos (para integrar todos os parceiros) é porque, como eu disse, depende um pouco dos operadores e não queremos impor prazos rígidos para eles no momento”.

Além disso, Stanislav Silin encarregou Konrad Pizzuto, o diretor de operações de tecnologia da empresa, de executar as principais modificações aplicadas aos cliente referentes a nova plataforma.

“Então, por exemplo, a nova plataforma tem gerenciamento de margem que tem a capacidade de definir probabilidades separadas quando necessário, completamente diferente do que seria o padrão. Algo que não existia na plataforma anterior”, disse Pizzuto.

E acrescentou: “E também há uma ferramenta de mapeamento de conteúdo aprimorada que nos permite conectar tantos materiais, probabilidades e provedores de dados, combinando o que precisamos”.

Esse diferencial de agregar vários provedores no feed de probabilidades, para Silin, é outro ponto a favor da aquisição de um software por um operador de apostas especializados em vez de desenvolver o seu, porque fazer tudo por conta própria “não elimina a necessidade de lidar com todos esses provedores”.

Vantagens

As vantagens da nova plataforma da Altenar não são somente as mais perceptíveis para o usuário final, como conteúdo integrado de terceiro e uma ampla variedade de possibilidades. “Um dos principais benefícios da nova plataforma é ser escalonável geograficamente”, afirmou Pizzuto.

O diretor de operações de tecnologia deu ainda mais detalhes. “Algo que deve render a longo prazo, por exemplo, é uma mudança na forma como os aplicativos são implantados. Agora executamos a maior parte no sistema de código aberto Kubernetes”.

Ele concluiu: “A agilidade que acompanha a tecnologia que integramos significa que podemos responder às solicitações de recursos de nossos parceiros mais rapidamente”.